O que sabemos sobre Idade Média?

A Idade Média, ocupa um lugar de destaque no imaginário da população devido principalmente a literatura, as séries e aos filmes.

Ilustração da Idade Média – Divulgação

Batalhas, vestimentas, Joana D’arc, Rei Arthur, no entanto, além dos mitos que revestem este período, o que realmente sabemos sobre a Idade Média?

Se você acompanhou Game of Thrones, Vikings ou leu a Trilogia do Senhor dos Anéis e acha que sabe tudo sobre o período medieval, sinto dizer, mas não sabe não…

Idade das Trevas, isso mesmo?

Convencionalmente, até mesmo para facilitar os estudos, a historiografia tradicionalmente divide a história em Pré-História (termo que já é muito discutido, até porque seria como classificar o que aconteceu antes da escrita não histórico”), Antiguidade, Idade Média, Moderna e Contemporânea.

Os renascentistas dos séculos XV e XVI, viam o período anterior, a Idade Média, como “Idade das Trevas”, perspectiva que se popularizou, porém estavam falando sobre a escuridão das mentes, negando o pensamento anterior em que baseavam todas as explicações do mundo na religiosidade, pois estes, utilizavam a razão e a ciência para explicar fenômenos, antes não explicados.

Essa concepção de escuridão, trevas e arcaico está tão enraizado culturalmente que até para se criticar alguém é só o chamar de medieval, ou até mesmo “bárbaro”, ou seja selvagem, outro termo que com o tempo também se perpetuou vinculado a Idade Média, principalmente quando falamos sobre as invasões germânicas durante o Império Romano.

Para se ter ideia, a palavra bárbaro ou Βάρβαρος, palavra de origem grega, significa ‘não grego’, estrangeiro, aquele que não era grego ou qualquer um que tivesse a língua materna diferente da grega.   

Idade Média -Clérigo, Cavaleiro e Operário representando as três classes/ Crédito: Wimedia Commons

O longo dez séculos

Se olharmos com uma maior profundidade um período que durou mais de dez séculos, com certeza a partir de agora veremos com outros olhos, mesmo porque, tais designações como período moderno, medieval, antigo estão vinculadas a pensadores e a uma historiografia do século XIX que cunhara termos como “raça” por exemplo, para justificar a superioridade na empreitada neocolonialista europeia sobre os povos da Ásia e da África, logo é melhor rever certos conceitos.

Como o mundo estava dividido?

As linhas que demarcava países ainda não estavam definidas.

O mundo estava fragmentado entre condados, ducados e as invasões de outros povos eram constantes que iam de povos eslavos a germânicos, mongóis, turcos otomanos etc.

Um dos primeiros a se unificar foi Portugal, que em breve chegaria à terra do pau-brasil ( vulgo Brasil ) com o expansionismo marítimo, graças as construções navais e técnicas náuticas, tais como a bússola, mapas e astrolábio desenvolvidos no medievo.

Os Medievos

A expectativa de vida não era das mais altas, inclusive pela falta de saneamento básico que ocasionavam doenças, mas o paradigma de que chegar aos 40 anos de idade era luxo foi quebrado em 2018.

Estudos realizados por arqueólogos da Australian National University, comprovam que homens e mulheres podiam chegar aos 75 anos de idade, para isso, foram analisados cemitérios que datam entre 475 e 625 d.C e o critério usado para análise foram os desgastes das arcadas dentárias em comparação com outras populações com mesmos hábitos alimentares do período.

O saber estava concentrado nos monastérios com os monges copistas, mulheres não podiam cursar universidades, estavam limitadas a manter a casa e a gerar novos rebentos.

Os nobres cavaleiros feudais, cantados em trovas e prosas, não eram tão nobres assim, não era incomum que saqueassem vilarejos e que assassinassem inocentes.

trabalhadores da Idade Média
Camponeses durante o trabalho/Credito: Wikimedia Commons

Foram séculos de vassalagem de um momento marcado por inúmeros contrates sociais profundos, enquanto alguns poucos vivem em castelos luxuosos, outros acordavam cedo, por volta das cinco horas da manhã para irem as colheitas de trigo e lidar com a horta e com as galinhas, sendo que este dia se repete diariamente.

A labuta só acaba com o soar dos sinos da igreja que ecoa onde o temor é grande e rezam por suas almas temendo com a mesma intensidade Deus e o Diabo.

Novo olhares sobre a Idade Média

Estão assustados? Sem querer cometer anacronismos, no entanto contrastes sociais e acordar cedo, não são exclusividades medievais.

O que as pessoas não sabem é que foi um período em que muitos utensílios que usamos até hoje foram inventados também, como por exemplo: o moinho de vento, relógio mecânico, chaminé, óculos, a calça comprida, carrinho de mão e o espelho para se olhar todas as manhãs.

E tem mais, as universidades, os bancos, a luneta, a arte gótica, letra cursiva e é logico, as festas religiosas cristãs e é claro o nosso adorado carnaval, são componentes originários ou difundidos nesse período também.

Renascimento, Protestantismo são movimentos que germinaram na Idade Média, sendo o primeiro que recorre aos modelos culturais clássicos e o segundo como uma nova forma de encarar o pensamento cristão, ideais presentes até os nossos dias.

Moinhos de Vento
Moinhos de vento/Julia_Henze/Getty Images

Essa você não sabia…

O famoso cumprimento com a mão direita para selar um acordo é um gesto usado desde a era medieval como símbolo de paz social que significava que não estava armado.

Acredito que não sabia que na Idade Média já se jogava futebol?

A bola era feita de bexiga de porco e podia-se usar um número ilimitado de jogadores e que foi proibida de acordo com relatos.

Motivo? Morte de alguns jogadores durante a partida, pois naquele momento, não havia regras.

Mas afinal o que é ser medieval?

Somos reflexos de todos os avanços ocorridos ao longo da humanidade, seja a passos largos ou pequenos e, no entanto, se paramos para pensar, ainda carregamos sementes medievais em nosso cotidiano, seja nos utensílios, no aspecto social, religioso ou político, ou seja, logo somos contemporaneamente medievais.

Para saber mais :

Documentário History Chanel : A vida na Idade Média

Aventuras na História : Aventuras na História · Sobre Idade Média (uol.com.br) Superinteressante : Grandes invenções da Idade Média | Super (abril.com.br)

Autor: carinafeitosa

Estudante de Jornalismo, tataraneta da poeira cósmica, devota de Nossa Senhora da Cinefilia e pensadora itinerante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.