Sobre

Carina F. – Diagnosticada com Transtorno de D.F.S.L (Devoradora de Filmes, Séries e Livros)

Estudante de Jornalismo, tataraneta da poeira cósmica, devota de Nossa Senhora da Cinefilia e pensadora itinerante.

Desde de criança percebi que não existia clones de mim, nem xerox, nem mesmo uma irmã gêmea, ou seja, não há uma imitação e sou única neste planeta de Deus.

Se sou única, tenho que fazer algo único! O Homem e o seu umbigo. Temos essa tendência inata a querer deixar a nossa marca, de perdurar.

Espero que desfrutem do site-este meu pequenino rebento-criado com muito mimo e como diz o ditado “tratado a pão-de-ló”.